Vamos evitar que a comida vá para o lixo?

PODES CONTRIBUIR PARA A REDUÇÃO DO DESPERDÍCIO ALIMENTAR, EM PORTUGAL, E EVITAR QUE TONELADAS DE ALIMENTOS SEJAM DEITADOS PARA O LIXO.

Jéssica Santos


Por ano, são desperdiçados aproximadamente 1 trilião de alimentos em todo o mundo. De acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, acabar com este desperdício permitiria preservar alimentos suficientes para alimentar 2 biliões de pessoas - mais do dobro do número de pessoas subnutridas em todo o mundo.


A comida que desperdiçamos dava para acabar com a fome no mundo. E numa altura em que algumas famílias enfrentam dificuldades devido ao impacto económico que a pandemia está a ter, o desperdício alimentar é um tema que deve ser colocado em cima da mesa.

Para evitar que comida de qualidade vá para o lixo, foram criadas aplicações em que todos ficam a ganhar. As pessoas, os restaurantes e o ambiente.
Os restaurantes não deitam fora comida confecionada e de qualidade, os clientes podem adquiri-la por preços bastante baixos, faz-se menos lixo e os estabelecimentos e lojas minimizam os seus prejuízos.
A aplicação To Good To Go é gratuita e permite encomendar refeições que simplesmente sobraram de restaurantes, hóteis e supermercados a preços reduzidos. Seja pequeno-almoço, almoço ou jantar.


E o melhor é que esta aplicação trabalha com o fator surpresa. O cliente nunca sabe o que vem dentro das chamadas “caixas mágicas”, uma vez que é impossível prever o desperdício de forma detalhada.


Ao escolheres um dos estabelecimentos que tem parceria com a To Good To Go, este coloca uma diversidade de alimentos – consoante o que têm disponível e depois basta recolheres na hora agendada. A To Good To Go está disponível nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, Algarve, Braga, Coimbra, Aveiro e Viseu.


Desde outubro do ano passado a agosto deste ano, a To Good To Go permitiu salvar 100 mil refeições, evitou a emissão de 250 toneladas de Co2, o que equivale a 655 voos de Lisboa-Londres.

Na mesma onda, há a Phenix, que é uma aplicação gratuita que para além de aproveitar os excedentes de restaurantes, pastelarias, mercearias e cafés, também aproveita o que sobra de lojas, como floristas, por exemplo. Tudo a preços baixos e com qualidade. A ideia é nada ir parar ao lixo uma vez que, no final do almoço ou no final do dia, a comida e os produtos podem ser consumidos ou adquiridos.



A Phenix foi criada em França, em 2014, e chegou a Portugal, em 2016. Desde então que já salvou mais de 60 milhões de refeições e mais de 150 toneladas de produtos não-alimentares, evitando a emissão de 135 mil toneladas de Co2 para a atmosfera.


Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, um terço de toda a produção alimentar humana é desperdiçada. Na Europa, cerca de 88 milhões de toneladas de alimentos são desaproveitados anualmente, com um custo associado de 143 mil milhões de euros.


Em Portugal, um milhão de toneladas de alimentos é deitado para o lixo. O desperdício alimentar é responsável por uma emissão de gases de efeito de estufa equivalente à emitida pela rede global de transportes terrestres.


Temos de começar por algum lado e estas, entre outras, podem ser opções.


  • Partilha:

Top